sexta-feira, 2 de abril de 2010

C h i c o X a v i e r

Francisco Cândido Xavier; nasceu em 02 de Abril de 1910, na cidade de Pedro Leopoldo, Estado de Minas Gerais e é popularmente conhecido como "Chico Xavier". Ao longo de sua vida, ele escreveu mais de 400 livros, utilizando um processo conhecido como psicografia, Onde a mão se dizia ser guiado por espíritos que queria deixar uma mensagem escrita, ou livros, por vezes, inteiro.

Chico Xavier mantinha uma vida simples, doando toda a renda dos livros que ele escreveu e recebeu as doações para a caridade. Ele forneceu comida aos necessitados, em todos os dias Uberaba, Que formariam longas filas para também ter uma palavra com ele.

Ele sempre destacou a ponto de que nenhuma das capacidades atribuídas a ele são realmente dele, mas que ele era apenas um canal para o trabalho dos espíritos, para que ele não foi capaz de produzir qualquer milagre, como cura as pessoas, e não podia alguém contato que foi morto, a menos que essa pessoa estava disposta a ser contactado.

Mediunidade

Chico Xavier começou a desenvolver a mediunidade ainda na infância, após a morte de sua mãe, Maria João de Deus. O drama é retratado em" Chico Xavier – o Filme", dirigido por Daniel Filho, que será lançado em todo o país. Ainda na juventude deixou o catolicismo. Escreveu mais de 400 livros, que teriam sido ditados por espíritos.

Um texto psicografado chegou a ser usado em um julgamento em Goiânia. Em 1979, José Divino Nu­­nes foi acusado de matar Maurício Henriques. Chico Xavier teria recebido um texto de Henri­ques que inocentava Nunes. O juiz aceitou o texto psicografado como uma das provas e absolveu o réu.

Os adeptos do espiritismo classificam a doutrina como uma síntese de ciência, filosofia e religião. Os cientistas, no entanto, não confirmam os seus fenômenos. O coordenador do Núcleo de Es­­tudos de Fenômenos Paranormais pela Universidade de Brasília (UnB), Álvaro Luiz Tronconi, ressalta que a mediunidade é um evento paranormal sem base científica, embora isso não desqualifique o espiritismo.

Em sua tese de doutorado, o psiquiatra Alexander Moreira de Almeida, coordenador do Núcleo de Pesquisa em Espi­ritualidade e Saúde na Universi­dade Federal de Juiz de Fora (MG), pesquisou a saúde mental de 115 médiuns e não observou anormalidades. Ele derrubou a impressão de que os médiuns têm baixo grau de escolaridade: 46,5% deles têm curso superior e 76,5% são mulheres. A incorporação de espíritos é praticada por 72% deles.

A doutrina espírita foi codificada no século 19 pelo francês Allan Kardec, autor do Livro dos Espíri­tos, e introduzida no Brasil por imigrantes europeus. Em 1940, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) constatou que 1,12% dos brasileiros se dizia espírita. Sessenta anos depois, no ano 2000, esse porcentual tinha aumentado para 1,64% dos brasileiros, ou 2,7 milhões de pessoas. O número pode ser maior, pois muitos adeptos de outras religiões frequentam centros espíritas. Se­­gundo o presidente da Federação Espírita Paranaense, Francisco Ferraz Batista, 80% dos espíritas vieram de outras religiões.

Para o teólogo e professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Mário Antônio Betiato, há aspectos que unem espíritas e católicos, como a caridade e a crença em Deus, mas há também os que os separam. Ele cita três: o choque entre ressurreição e reencarnação; a comunicação entre mortos e vivos; e a salvação, que para os espíritas se conquista ao longo de várias vidas e para os católicos é uma dádiva de Deus. Para o teólogo, é importante se manter em um só caminho. “Todos os barcos nos levam para a outra beira, mas se você põe um pé em um barco e outro pé no outro barco, você acaba caindo”, diz.

O guia espiritual de Xavier foi chamado Emmanuel. De acordo com os escritos do médium, nos tempos romanos Emmanuel foi o senador Publius Lentulus, ele tinha sido reencarnado em Espanha como Pai Damião, e depois como professor na Sorbonne.

Morreu com 92 anos, em decorrência de parada cardíaca, no dia 30 de junho de 2002, quando o país comemorava a conquista da Copa do Mundo.
Fonte: G.P

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário