terça-feira, 10 de maio de 2011

Estados Unidos, enfrenta suas piores inundações desde a década de 30.

Moradores de Memphis, no estado americano do Tennessee, estão sendo retirados de suas casas desde o o último fim de semana depois que as águas do rio Mississippi atingiram o maior níveldesde 1937.

Segundo o Corpo de Engenheiros do Exército, o volume de água passando em um segundo seria suficiente para encher um estádio de grande porte.

Nesta segunda-feira autoridades decidiram criar um desvio para alterar parte do curso da água. Victor Landry, do Corpo de Engenheiros do Exército, disse que não vão abrir tudo imediatamente:

- Abrir um vertedouro separado forçaria a evacuação de pessoas e animais na bacia do rio Atchafalaya no centro-sul da Louisiana

Mark Luttrell, prefeito de Shelby County, no Tennessee, disse também que as pessoas devem sair da zona de risco:

- Está na hora de recolher o que é importante e ficar preparado para deixar sua propriedade.

O rio Mississippi é o segundo mais longo da América do Norte, ficando atrás do rio Missouri.


Os meteorologistas já advertiram que o problema continuará durante semanas. Bill Borghoff, do Serviço Nacional de Meteorologia, afirmou neste domingo à rede americana "CNN" que as águas devem voltar aos níveis normais até "princípios de junho".

Tom Salem, também do Serviço Nacional de Meteorologia, explicou à rádio pública "NPR" que a enchente excepcional deste ano se deve à "enorme quantidade de chuva que caiu durante um grande período de tempo" e ao fato de que ainda se recebe "água do degelo das montanhas de Montana".


Nos últimos meses, diversos Estados no sul dos Estados Unidos foram atingidos por tornados e tempestades. As perdas e estragos provocados pelas fortes chuvas são estimados em até US$ 5,5 bilhões


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário