quinta-feira, 28 de maio de 2009

Revolução Industrial


A revolução industrial foi um movimento de transformação que se iniciou na Inglaterra no século XVIII, finalizando o período feudalista e iniciando o período capitalista.

Durante os séculos XV e XVIII, a Inglaterra conseguiu acumular grande quantidade de capital com o comércio legal, a pirataria e o comércio internacional que lhe rendeu grande parte do ouro português extraído do Brasil, o que lhe proporcionou facilidades para o processo de industrialização.

Além do capital que possuía a Inglaterra também contava com grande quantidade de mão-de-obra já que milhares de camponeses foram para as cidades na época em que aconteciam os cercamentos e quando as pequenas oficinas de artesanato e manufatura fecharam por não conseguir competir com as grandes indústrias.

O processo de transformação pode ser dividido em três etapas:

I Etapa: Ocorreu entre 1760 e 1850, quando a revolução se concentrava somente na Inglaterra que priorizou a produção de bens de consumo e de energia a vapor.

II Etapa: Ocorreu entre 1850 e 1900, quando a revolução passou a ser conhecida e se disseminou por toda Europa, Ásia e América iniciando um período de concorrência industrial destacada por bens de consumo, novas formas de produzir energia e transportes.

III Etapa: Ocorreu a partir de 1900, com as grandes aglomerações e potências industriais que ocorrem até os dias atuais.

As primeiras modificações ocorridas na Inglaterra foram percebidas no setor têxtil que se beneficiou com o aperfeiçoamento de seu maquinário que também utilizado pelos meios de transportes teve sua revolução acontecendo no início do processo.

Pouco a pouco as ferramentas foram substituídas pelas máquinas, a força humana pela força motriz e a produção doméstica pelo sistema fabril.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário