quinta-feira, 24 de setembro de 2009


American History X

Realizado por Tony Kaye, tem nos principais papeis, Edward Norton, Edward Furlong, Beverly d’Angelo e Fairuza Balk. O filme tem á partida algo que não é normal, começamos a ver o filme não do lado de quem sofre a perseguição, mas sim de quem persegue. Edward Norton é o actor principal, e encarna o papel, e muito bem feito, de Derek Vineyard, um skinhead que viu o seu pai morrer e nunca mais conseguiu ultrapassar esse facto. Segue fielmente, um homem Neo Nazi, Cameron Alexander, que o transforma no líder dos Neo Nazis daquela região.

Derek é visto como um exemplo, principalmente aos olhos do irmão, Danny Vyniard, que segue os seus ideais fielmente. Numa composição que tem de escrever para a escola, sobre o livro á sua escolha, Danny escreve sobre o livro Mein Kamp, o livro escrito por Hittler. Derek acredita que deve existir uma raça pura, e não tem problemas em tentar levar a sua ideia até aos níveis mais avançados, usando e abusando da violência.

Aliás, vemos aqui uma das cenas mais violentas para mim, talvez por nunca ter visto algo do género. Quando um grupo de negros tenta roubar o carro de Derek, ele ataca-os e mata um deles, colocando-o de boca aberta encostado contra o lancil do passeio e dando um pontapé por trás da cabeça, esta foi sem duvida uma das cenas que mais me marcou. Derek é preso, e vai ser na prisão que Derek vai descobrir o quanto estava errado, isto porque aquilo no que ele acredita, e segue, não é levado á letra por outros que dizem ter os mesmos ideias que ele.

Ele conhece skins que pela frente apregoam ser uma coisa e depois aplicarem a lei dos interesses, e no fundo o que conta é o que se consegue em troca, independentemente da raça da pessoa. Contra o que ele esperava, vai se tornar amigo de um afro-americano, e é na prisão de que vai reavaliar os seus valores e transformar-se num homem mais correcto e justo.

O problema maior de Derek é quando sai da prisão e vê-se de volta, aqueles que o seguem, e que não vão compreender a sua nova personalidade, e a próxima batalha dele vai ser afastar-se do que já foi, tentar que o irmão abra os olhos e afastar-lhe de toda a comunidade neo-nazi. É um filme sem duvida violento, é também um filme muito real e pior que tudo muito actualizado. Tem de ser visto pelo menos uma vez, porque a mensagem que transmite é imperdivel.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário