quarta-feira, 22 de abril de 2009

Dia Internacional contra o Uso e o Tráfico de Drogas
O dia 26 de junho de cada ano marca a data definida pela Organização das Nações Unidas .
Nos anos 80 do século passado, enfrentando a grave situação global do tráfico de drogas, a ONU realizou em Viena, na Áustria, a conferência ministerial sobre uso e tráfico de drogas. A conferência teve o lema "Ame a vida, não use drogas" e sugeriu que o dia 26 de junho de cada ano fosse definido como o Dia Internacional Contra o Uso e o Tráfico de Drogas, a fim de atrair a atenção de todo o mundo para o problema das drogas e combater conjuntamente os prejuízos trazidos por elas. Em dezembro do mesmo ano, a 42ª Assembléia Geral da ONU aprovou a resolução e determinou a data especial.
Desde 1992, cada ano tem um tema especial neste dia. O primeiro tema foi "Drogas: Um problema global precisa de uma solução global". O de 2000 foi "Uso de drogas e AIDS" e o de 2003 era "Vamos discutir o problema das drogas".
Em fevereiro de 1990, a 17ª reunião especial de proibição de drogas realizada pela ONU em Nova York determinou os últimos 10 anos do século XX como "Os Dez Anos de Proibição Internacional das Drogas". A ONU pediu que os países do mundo realizassem campanhas antidrogas efetivas e de longo prazo para concretizar o Programa Mundial de Ações Antidrogas. Em junho de 1998, a Assembléia Geral Especial de Proibição das Drogas da ONU aprovou uma série de documentos relativos ao tema e traçou estratégias para o novo século sobre "um mundo sem drogas" nos setores de cooperção internacional, controle de estimulantes, redução da procura de drogas entre outros.
A China também está tomando medidas para combater os crimes realcionados às drogas e reduzir o consumo. Tang Guoqiang, representante permanente chinês da ONU em Viena e em outras organizações internacionais, disse que o combate ao tráfico internacional de drogas deve começar pelo controle nas origens e na redução do consumo. Ele afirmou que o governo chinês dá muita atenção à proibição total das drogas e elabora estratégias de campanha antidrogas nacionais. Tang acrescentou que, por meio de esforços dos governos de diversos países e órgãos de proibição de drogas internacionais, a situação do mundo está melhorando, mas ainda temos de enfrentar novos desafios. Ele pediu que os países e órgãos continuem a reforçar o combate às drogas e as cooperações internacionais para contrbuir mais para a eliminação das drogas e a construção de "um mundo sem drogas".

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário